saúde

 
image

Diabetes e Pressão alta – Recomendações e estilo de vida!

Dica da Nutricionista

Diabetes e Pressão alta (hipertensão arterial): recomendações nutricionais e estilo de vida!Renata Toledo

O hábito alimentar moderno está baseado no alto consumo de produtos industrializados, ricos em açúcares e pobres em nutrientes. Este fato, aliado ao sedentarismo, alto consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo, é responsável pelo aparecimento de diversas doenças crônicas não transmissíveis, como obesidade, diabetes tipo II, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e câncer.

Hoje trataremos sobre duas destas patologias: diabetes tipo II e hipertensão arterial, mais conhecida como pressão alta.

A diabetes do tipo II, não-insulino dependente, é caracterizada pela resistência à insulina ou secreção anormal da insulina (hormônio responsável por controlar os níveis de glicose no sangue). Já a hipertensão ocorre quando a força que o sangue exerce sobre as artérias é aumentada, sofrendo resistência das mesmas. Ambas têm um caráter genético que podem influenciar seu aparecimento, porém esse fator não é determinante.

Sabe-se que o alto consumo de carboidratos (exemplo: pães, bolachas, sucos industrializados, refrigerantes, doces, etc.) aliado ao sobrepeso/obesidade, sedentarismo e ao estresse aumentam as chances do organismo desenvolver uma resistência a insulina, ou seja, sua função fica “debilitada” e, como consequência, o nível de açúcar no sangue fica “desregulado” levando ao aparecimento da diabetes.

Já a praticidade e falta de tempo de uma vida corrida, fez com que a comida de verdade fosse trocada pelos produtos alimentícios, como barrinha de cereal, salgadinhos, comidas congeladas, embutidos, sopas instantâneas e temperos prontos que são ricos em sódio e substâncias neurotóxicas (ex: glutamato monossódico). Este alto consumo, também aliado ao estilo de vida moderno e à obesidade, predispõe o aparecimento da hipertensão arterial.

Como orientações gerais para uma vida saudável e controle destas patologias, as principais recomendações são:

  • Alimente-se de comida de verdade, deixe de lado alimentos industrializados, inclusive os “diets/lights”, pois além de apresentarem alto teor de sódio, são ricos de corantes/aromatizante, substâncias inflamatórias que prejudicam o funcionamento do organismo como um todo, dificultando o tratamento.
  • Consuma alimentos de alta densidade nutricional e baixa quantidade calórica, ou seja, alimentos nutritivos. Exemplo: verduras, legumes e frutas.
  • Nas refeições principais, opte por boas fontes de carboidratos complexos (ex: arroz integral, batata doce, inhame, cará, etc.), sempre em conjunto de fontes boas de proteínas (ex: carnes, frango, peixes e ovos) e fontes de gordura boa (ex: abacate, azeite de oliva, castanhas, amêndoas, etc.). O equilibro alimentar é muito importante!
  • Utilize temperos naturais secos e frescos, como orégano, salsinha, cebolinha, alecrim, cebola, tomate, etc. Pois assim, automaticamente você diminuirá o consumo do sal de mesa.
  • Hidrate-se! Dê sempre preferência à água para se hidratar, evitando ao máximo bebidas industrializadas (ex: refrigerantes, sucos de caixinha/saquinhos e até mesmo bebidas “zero” açúcar).
  •  Faca atividade física diariamente, manter um corpo ativo é essencial!
  • Manter o peso corporal adequado: em caso de sobrepeso/obesidade, a perda de peso terá um impacto positivo no controle da pressão arterial e diabetes.
  • Procure sempre um profissional capacitado e atualizado para te auxiliar!
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo!

 

Escrito por:

Renata Toledo – Nutricionista clínica

Pós- graduando em nutrição clínica funcional pelo instituto VP.

(12) 3411-0577 / (12) 98155-4301

VEJA TAMBÉM:

Atividade física na 3ª idade previne doenças cardíacas
GUIA: Como ter uma vida saudável

image

Aedes Aegypti

AEDES AEGYPTI – Conheça o mosquito transmissor da dengue, zica e chikungunya e saiba como combate-lo
O Aedes Aegypti, popularmente conhecido como “mosquito da dengue” surgiu no Egito, se espalhou para a África e depois para as Américas e Ásia.

O mosquito mede menos de 1cm e pode ser identificado pelas suas listras brancas no corpo e pernas e pelos seus hábitos característicos:
– Costuma picar de dia: Nas primeiras horas da manhã e no final da tarde;
– Pica principalmente pernas, tornozelos e pés, e sua picada não dói e nem coça;
– Voa baixinho, no máximo a 1 metro de altura do solo;
– É silencioso.
O Aedes Aegypti é transmissor de diversas doenças, entre elas, as mais graves são a dengue, zika vírus e chikungunya.
Sintomas

A fêmea do Aedes Aegypti precisa sugar sangue para produzir os ovos, e estando infectada, a transmissão do vírus acontece. Os outros mosquitos costumam picar apenas uma pessoa por lote de ovos que produzem, já o Aedes Aegypti tem uma peculiaridade chamada de “Discortancia Gonotrófica”, que significa que ele pode picar mais de uma pessoa por lote de ovos que produz.
Risco para grávidas
O Aedes Aegypti não se alimenta do sangue, ele se alimenta de substancias que contém açúcar, como néctar e seiva, logo o sangue é apenas para a produção de ovos. Como o macho não produz ovos, não precisa picar.

Após a fecundação, as fêmeas intensificam a voracidade pela hematofagia, para realizar o desenvolvimento completo dos ovos. Três dias após a ingestão de sangue, já está pronta para desovar, então começa a buscar o local apropriado para isso. Durante sua vida, uma única fêmea pode dar origem a até 1.200 ovos, que são distribuídos por diversos criadouros.

Os ovos adquirem uma resistência muito grande após as primeiras 15 horas, podendo aguentar até 450 dias em condições desfavoráveis para a eclosão. Em condições favoráveis de umidade e temperatura, os embriões ficam prontos e desenvolvidos em apenas 48 horas.
O Aedes Aegypti
 
A melhor forma de combater o Aedes Aegypti é impedindo que se reproduzam, ou seja, exterminando os focos de acúmulo de água, locais propícios para a reprodução.
Combatendo o mosquito
Não deixe de fazer sua parte. Essa é uma batalha de todos nós. Caso apresente os sintomas de alguma das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti, procure imediatamente seu médico, e lembre-se que com o Laboratório SACE você sempre pode contar!

VEJA TAMBÉM:

image

GUIA: Como ter uma vida saudável?

Todos nós queremos ter uma vida longa e saudável, não é mesmo? Mas nós temos o cuidado necessário para ter esse futuro?

Se você imagina que mudar seus hábitos para ter uma vida mais saudável é algo difícil e complicado, está muito enganado!  Preparamos para você todos os passos para seguir e ter uma vida muito mais saudável. Confere abaixo:

 

Coma melhor:

O cuidado como a sua alimentação é ponto central para aumentar sua qualidade de vida. A alimentação carregada em alimentos de gorduras saturadas, sódio e açucares é um gatilho par muitas doenças como diabetes, infarto, derrames, hipertensão, obesidade e até câncer.

Consumir mais oleaginosas, como nozes, avelã, castanhas e pistache, diminuem o risco de males cardíacos em até 39%, pois diminuem a taxa de colesterol ruim e evitam a formação de placas de gordura que podem obstruir as artérias. O peixe também ajuda a prevenir problemas cardíacos por ser rico em ômega 3.

Diminua o consumo de sal, pois sal em excesso além de favorecer o inchaço de pernas, pés, barrigas e outras partes do corpo, também afeta as condições do coração, rins e vasos sanguíneos, podendo levar também à hipertensão.

Beba pelo menos 2 litros de água todos os dias e tenha uma alimentação balanceada com base principalmente em frutas, legumes e saladas.

Uma taça de vinho com 250 ml por dia faz bem e evita derrames cerebrais e infarto, além de reduzir os níveis do hormônio estrogênio, que é conhecido por aumentar os riscos de desenvolver câncer de mama.

Álcool em excesso e refrigerante não são nada saudáveis, corte o quanto puder de sua dieta!

Aimentação Saudável

Dormir!

O sono é um elemento fundamental para a longevidade! Você precisa repor a energia gasta durante o dia com uma noite bem dormida. Quem sofre de insônia crônica corre três vezes mais risco de morrer do que uma pessoa que dorme bem. Se você sofre algum distúrbio do sono, procure um médico especialista.

Para os pesquisadores, uma pessoa precisa dormir no mínimo 7 horas e meia por noite para ter um bom sono.

10 Dicas para dormir bem!

Não seja sedentário

A prática de exercícios físicos deve fazer parte da rotina de todos que querem afastar doenças como obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares e diabetes. A prática de caminhada reduz a pressão arterial logo na primeira hora, e mantém essa queda nas próximas 24 horas. A prática de exercícios estimula também a produção de novos neurônios que melhoram nossas atividades cognitivas, em especial a memória.

Então mexa-se! Evite ficar muito tempo sentado, pois quando passamos muito tempo nessa posição, nosso metabolismo se altera, influenciando fatores como colesterol alto e repouso da pressão arterial, favorecendo problemas com obesidade, doenças cardiovasculares e outras doenças crônicas.

 

“Ahhh, mas eu trabalho sentado”, calma! A ginástica laboral ao longo do dia irão te ajudar e muito para ter um dia de trabalho mais saudável, além de aumentar sua produtividade e aliviar um pouco o estresse.

Alongamento no Trabalho

 

Mantenha a calma e sorria!

Estresse não faz bem! Apesar de não ser considerado doença, o estresse abre as portas para diversas doenças psico-fisiológicas aparecerem. Quanto maior for o nível de estresse, maior é a deterioração psicológica e física do indivíduo.

LO estresseevar uma vida bem humorada e com muitos sorrisos diminui o risco de morte em até duas vezes. Atividades ao ar livre estão diretamente ligadas ao nosso bom humor e autoestima. Bastam apenas 10 minutos de atividades ao ar livre por dia para melhorar significativamente a saúde mental.

Os benefícios do sorriso

 

Respirar bem.

Você já prestou atenção na sua respiração? Então pare uns minutinhos e repare na sua respiração, isso pode ser um ponto essencial para você ter menos desgaste mental, físico e até mesmo evitar a insônia. Segundo estudos, uma pessoa que apresenta sérias dificuldades para respirar durante o sono tem 50% a mais de chances de morrer. Respirar bem é muito importante para o seu corpo e aumenta a sensação de bem-estar!

Veja o vídeo: Respirar Bem!

 

Apague qualquer vício!

Se livre do cigarro o quanto antes! Ele é responsável por causa males terríveis ao seu organismo e também para quem convive com você. A sinusite crônica é uma doença que está ligada diretamente ao fumo passivo, ou seja, de quem convive com fumante. No Brasil, 200 mil morrem por conta do tabagismo, responsável pelo aumento dos riscos de câncer de pulmão, de boca e doenças cardiovasculares.

Apague os vícios

Tenha bons amigos

A amizade traz muitos benefícios para a saúde, tanto físicos quanto mentais. Pessoas muito solitárias tendem a ter noites ruins de sono, ficarem mais indefesas e sofrerem de estresse mais facilmente ao longo da vida, além de aumentar consideravelmente o risco de ter Alzheimer.

Quem tem bons amigos aumenta em 50% as chances de ter uma vida mais duradoura. Os danos da solidão podem ser comparados aos danos da obesidade, do alcoolismo e do tabagismo.

As boas companhias influenciam diretamente na felicidade, no otimismo e no afastamento de doenças como a depressão. Também diminuem o risco de doenças cardiovasculares e do sedentarismo diretamente ligado com a depressão. Ou seja, seus amigos são ótimos remédios!

Tenha bons amigos

Saiba como anda sua saúde!

Saber como anda sua saúde é essencial, de forma preventiva, para se ter uma vida longa e duradoura. Você sabe como anda a sua saúde? Converse com seu médico e agende alguns exames. Se você tem menos de 40 anos, não precisa fazer aquela lista extensa de exames todos os anos, mas sempre pedir alguns exames regulares como de sangue para verificar colesterol e índice glicêmico, exames de urina e fezes. Outros exames o médico deverá solicitar de acordo com seu histórico de saúde e em casos de histórico de doenças na família.

O check-up é um dos principais fatores para manter uma vida saudável e de forma despreocupada. Converse com seu médico e conte com o Laboratório SACE para realizar seus exames!

 

VEJA TAMBÉM:

 

image

Yoga: Você sabe o tanto que faz bem?

Muita gente conhece a prática da Yoga, mas poucas pessoas realmente sabem dos seus benefícios. Antes de tudo é preciso conhecer a Yoga, que é uma prática milenar de exercícios físicos anti-stress para uma melhor qualidade de vida. Segundo a filosofia, exercícios posturais são métodos para integrar a alma, o mundo exterior e o universo. A Yoga tem como base você se tornar um só com a natureza e o mundo. Benefícios da Yoga são consequências de toda transformação física e espiritual do funcionamento adequado dos órgãos, aliando sempre a qualidade de vida como alimentação saudável, boa noite de sono com os exercícios, deixando você mais disposto no dia a dia. Medicinalmente a Yoga funciona como um calmante para quem tem depressão, stress, insônia e outras doenças psicológicas. A prática também regula o bom funcionamento dos órgãos, assim sendo, sua postura, funcionamento das glândulas endócrinas e melhora da circulação sanguínea pode ser melhorado com a Yoga. Yoga é feita por celebridades como Rodrigo Santoro, Fernanda Torres, Carolina Dieckmann, Luciana Gimenez, Angelina Jolie, Britney Spears e até mesmo a Madonna. Todos são unânimes em falar que a Yoga além de deixar o corpo mais flexível, também o deixa mais resistente. Yoga: Pratique!   5 motivos para praticar Yoga Melhora a qualidade de vida, promovendo bem-estar, serenidade e paz interior. – Proporciona equilíbrio emocional. – Melhora problemas de insônia e depressão. – Estimula a circulação sanguínea. – Diminui dores nas costas. – Melhora a postura e o fortalecimento muscular. – Energiza corpo e mente. – Fortalece o organismo, tendo a saúde como foco principal. – Não tem contra-indicações. O melhor da Yoga é o fato de poder ser feito em casa, não precisar de muito espaço e em um momento intimista, no fundo é você e você mesmo, e a Yoga sendo a chave para entender sua parte no mundo. Benefícios da Yoga

 

VEJA TAMBÉM:

image

Vida Saudável no Trabalho

Veja como é fácil e simples ter uma rotina mais saudável no seu ambiente de trabalho.

O sedentarismo cresce exponencialmente a cada ano, e hoje já é o 4º maior causador de mortes no mundo. Mas como alinhar hábitos saudáveis com a vida corrida no trabalho, já que o tempo nem sempre está a favor?

Algumas práticas no trabalho podem ajudar a prevenir o cansaço, a fraqueza, o sono e a falta de concentração, e proporcionar maior sensação de bem-estar, bom humor e autoestima. É claro que sua produtividade e felicidade no ambiente de trabalho melhorarão consideravelmente! Ao contrário disso, uma rotina sedentária no trabalho facilita o desenvolvimento de doenças como hipertensão, diabetes, dislipidemia, infarto, AVC e artrose, por isso, o ideal é movimentar-se mais (na medida do possível, claro) no ambiente de trabalho.

Separamos algumas dicas para fazer da sua rotina de trabalho, algo mais saudável e menos nocivo à saúde. Confira logo abaixo:

1- Mexa-se!
Dê preferência em utilizar as escadas ao invés do elevador, levante-se da sua mesa para receber seus clientes/pacientes e comece a fazer algumas atividades em pé como por exemplo, ler um artigo ou o relatório. Ao final de um longo período, essas pequenas atitudes já causam uma imensa mudança!
Movimente-se

2- Cuidado com a postura
A postura errada na rotina de trabalho é responsável por dores nas costas, dores de cabeça e dores nas pernas. Com a rotina, as pessoas acabam construindo um ciclo vicioso muito prejudicial, que se inicia com hábitos posturais errados, seguidos de esforços repetitivos, fadiga e dores.
Preste mais atenção em sua postura no dia-a-dia.
Postura Correta ao Utilizar o Computador

3- Evite excessos
Se você sente um sono ou preguiça muito grande ao trabalhar depois de almoçar, isso se chama alcalinidade pós-prandial, que significa que seu organismo está gastando mais energia com o sistema digestivo. Um almoço exagerado irá fazer com que esse processo de digestão gaste mais energia, te deixando ainda com mais sono e preguiça. Fique atento ao quanto está comendo, não exagere.
Evite Excessos

4- Alimente-se corretamente!
Busque fazer uma dieta balanceada e saudável no dia-a-dia e durante o trabalho. Se precisar, leve comida de casa para o serviço, buscando manter um cardápio mais saudável.

– Também é importante fazer pequenos lanches entre as refeições, como frutas, iogurte desnatado, gelatina diet, barrinhas de cereais, bebidas de soja e água, para manter o metabolismo funcionando o dia todo, e ajudar você a ingerir uma quantidade menor de alimentos nas refeições principais.

– E o cafezinho? O cafezinho está liberado! Mas opte por adoçantes ao invés do açúcar.

– Evite comer em frente ao computador, pois além de você não sentir realmente o sabor dos alimentos, você come mais e não dá uma pausa para o seu organismo digerir da forma que precisa os alimentos.
Alimente-se Bem!

5- Relaxe!
Fuja do estresse no ambiente de trabalho! A sobrecarga normalmente acontece pela falta de planejamento e de organização, então busque organizar suas atividades, estabelecendo prioridades e conhecendo bem os seus limites. Busque sempre manter uma boa relação com os colegas de trabalho, para ter um ambiente menos estressante durante o dia-a-dia. Realize, se possível, duas pausas de 5 minutos durante o seu dia para se levantar e alongar-se.
Relaxe!

6- Previna-se
Esteja em dia com as consultas médicas e os exames de rotina. Essa é a principal forma de prevenção, que pode dar um diagnóstico precoce de doenças, permitindo um tratamento mais adequado.
Previna-se

 

 

VEJA TAMBÉM: