HIV

 
image

HIV X AIDS: Tem diferença?

Sabemos que muitas pessoas ainda possuem essa dúvida, portanto, resolvemos dedicar um espaço do blog SACE para tratar desse assunto, e a resposta para o título é: Sim! São duas coisas muito diferentes!

O HIV, Vírus da Imunodeficiência Humana, ataca os linfócitos CD4, que são responsáveis pela produção dos anticorpos, ou seja, ele ataca diretamente o sistema imunológico do corpo humano, responsável por proteger nosso organismo contra doenças. Quando essa do corpo humano já está bem debilitada, ficamos suscetível a outras doenças. Esse quadro clínico já avançado é chamado de AIDS.

O avanço do vírus HIV varia de pessoa para pessoa, em alguns casos, pode se levar anos para se manifestar de forma agressiva e levar a um quadro de AIDS. Portanto, uma pessoa pode aparentar estar perfeitamente saudável e estar contaminada com o vírus HIV.

Do HIV à AIDS

O HIV está presente no sangue, no sémen, na secreção vaginal e no leite materno, portanto. A transmissão pode acontecer por diversos modos, porém há muitos mitos ainda sobre as formas de transmissão que precisam ser desmentidos. Confira o quadro abaixo para saber como se pega e como não se pega o vírus HIV. É importante lembrar que a transmissão por relação sexual é a mais comum e que o uso de preservativos é a forma mais eficiente de se evitar esse contágio, além e se prevenir de outras doenças sexualmente transmissíveis. Todos estão sujeitos a contaminação do HIV, independente da orientação sexual, portanto, hoje não se fala mais em grupo de risco e sim em comportamento de risco.

AIDS Contágio

E a cura?

O HIV não tem cura, mas a AIDS pode ser combatida e revertida. Para isso, é preciso que se descubra o quanto antes o contágio pelo vírus, assim o paciente poderá iniciar o tratamento em melhor situação, aumentando as chances de sucesso. Com tratamento e acompanhamento correto, uma pessoa com HIV pode viver normalmente e nunca desenvolver AIDS.

No Brasil, os infectados com HIV podem conseguir o coquetel (conjunto de medicação para o combate ao HIV) de graça pelo SUS. Para isso, o paciente precisa ter a receita médica e apresentar em uma Unidade Dispensadora de Medicamentos (UDM). Você pode conseguir informações completas sobre todos os efeitos do coquetel no site www.coquetelhiv.com.br

AIDS no mundo

Se você tem uma vida sexualmente ativa ou tomou algum comportamento de risco, faça o exame para verificar sua saúde. A melhor forma de se evitar a AIDS é o diagnóstico precoce. Conte com o Laboratório SACE para fazer o teste de HIV.

 

 

VEJA TAMBÉM:

 

image

Taubaté: casos de HIV aumentam 61%

A cidade de Taubaté sofreu em um ano o aumento de 61% de casos de confirmados de contração do HIV, o responsável pela AIDS. Atingindo em sua maioria jovens adultos, pessoas com idades entre 20 e 34 anos.

Com os avanços no desenvolvimento de novos medicamentos dos últimos vinte anos os pacientes que sofrem com a AIDS podem agora sustentar uma vida relativamente normal. Quase não se associa mais a imagem dos pacientes que contraiam múltiplas infecções oportunistas, aquelas que acometem o sistema imunológico enfraquecido, magros e incapacitados ao portador do HIV. Os coquetéis de remédios distribuídos pelo governo desde os anos 90 vem transformando isso em uma realidade, apesar de haverem aqueles que não respondem tão bem as medicações, seja por ineficiência ou reações adversas.

A AIDS é hoje controlável, mas ainda assim, incurável. Mesmo com as mais recentes pesquisas sobre uma possível vacina para a AIDS, permanece claro que a prevenção é a mais eficiente medida contra a proliferação do vírus. Para se melhor proteger contra o vírus, a informação é indispensável.

Isso inclui o sexo sem o uso de preservativos com pessoas infectadas, este sendo homo ou heterossexual e a partilha de agulhas ou objetos cortantes que contenham fluidos corpóreos contaminados com HIV.

Saiba mais sobre os métodos de prevenção no link: http://www.aids.gov.br/pagina/duvidas-frequentes#prevencao

E confira também a matéria original com as informações sobre Taubaté: http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2015/02/casos-de-hiv-crescem-61-e-maioria-dos-infectados-e-jovem-em-taubate.html