A Dengue

A dengue não é uma doença brasileira e não é atual. Os primeiros casos registrados são do século XVIII na ilha de Java, na Indonésia, e também na Filadélfia, nos EUA. A origem de seu nome vem do espanhol. “Dengue”, como adjetivo espanhol, significa uma pessoa física e psicologicamente instável, retratando a forma que uma pessoa infectada se encontra.

Há a teoria de que o mosquito Aedes aegypti (que transmite a doença) tenha chegado no Brasil no século XIV, vindo junto com os navios negreiros e dando abertura para suas epidemias. Em torno de 1940, o Aedes aegypti foi erradicado do país devido ao combate à febre amarela realizado pelo governo. Devido ao crescimento urbano, o mosquito retornou com força nos pneus e ferros-velhos e na década de 80, 100% das borracharias que beiravam a via Dutra continham larvas do mosquito.

A dengue tem seu aparecimento no início do século XX nas terras tropicais, e desde então as epidemias foram acontecendo em locais diferentes. Hoje o governo tem dado uma atenção especial à doença, pois o índice de morte em epidemias formaram números assustadores.

Em 2014, na cidade de Taubaté, foram registrados mais de 10.000 notificações de dengue e mais de 9.000 casos confirmados. A epidemia, que durou quase todo o ano, fez com que a prefeitura lançasse uma campanha de combate ao mosquito, que dura até hoje.

A Doença

Nem todo mosquito Aedes aegypti é contaminado com a dengue. Logo, se você for picado pelo mosquito, não é 100% certo de que você contraia a doença. A contaminação ocorre somente se o mosquito estiver infectado.
Os sintomas da doença são bem expressivos. Dentre eles estão:
• Febre alta, perto dos 40ºC
• Fraqueza e moleza do corpo
• Dor nas juntas do corpo
• Forte dor de cabeça
• Dor nos olhos

A dengue hemorrágica, que é o caso mais perigoso, provoca, além dessas já citadas, dores abdominais contínuas, queda de pressão e suor intenso.

O tratamento para a doença é básico, se baseando no uso de paracetamol ou dipirona para o controle das dores no corpo e da febre, além da recomendação de consumo excessivo de líquido e do inevitável descanso.

Se você estiver sentindo esses sintomas, procure um médico imediatamente.
A SACE possui o exame preciso para confirmação de casos da doença.

 

dengue-01