12 ALIMENTOS QUE COMBATEM O MAU COLESTEROL

Se busca equilíbrio entre HDL e LDL, precisa da união de práticas de exercícios com boa alimentação, eliminando o risco de complicações cardíacas e cerebrais, evitando até o Mal de Alzheimer. Se você já constatou esse problema, deve saber que para tratá-lo não basta somente tomar pílulas. Precisa cumprir corretamente os horários, porém se não souber controlar a alimentação, as taxas de colesterol no seu sangue sempre estarão irregulares. Caso contrário: existem pessoas que vivem bem com alimentos saudáveis e, sendo assim, fica bem afastada de remédios. Veja abaixo uma lista de alimentos, assim você pode se armar para uma guerra contra o colesterol alto e ser vitorioso (mas, não abrindo mão de uma alimentação saudável).

 

PROPRIEDADE DOS PEIXES PARA REDUÇÃO DO COLESTEROL

 

Têm altas fontes de ácido graxo ômega 3,uma gordura considerada boa, categorizada como insaturada, é possível localizá-la  nos peixes de água fria, como salmão, atum e truta. “A gordura insaturada contribui para diminuir os níveis de triglicerídeos e colesterol total do sangue; minimiza o surgimento de coágulos, tornando o sangue mais corrente; porém, é grande parceira, ajudando a prevenir  doenças cardiovasculares“, relata a nutricionista da Unifesp Ana Maria Figueiredo Ramos.

 

TENHA SAÚDE CONSUMINDO OS ALIMENTOS ABAIXO:

 

Aveia

Não somente as fibras insolúveis, a aveia também tem em sua composição a fibra solúvel denominada de betaglucana, exercendo efeitos que trazem inúmeros benefícios ao corpo. Tem por função atrasar o esvaziamento do sistema gástrico, fazendo com que a saciedade dure por mais tempo, ajuda a circulação, tem maior controle a glicemia (açúcar no sangue), impedindo que o sangue faça absorção de gordura (colesterol). “A aveia aplaca os acúmulos de colesterol total, lipídios totais e triglicerídeos de modo bastante significativo, aumentando a porcentagem de bom colesterol (HDL)”, orienta a nutricionista da Unifesp Ana Maria Figueiredo Ramos.

Oleaginosas

As conhecidas Nozes e castanhas têm enorme quantia de antioxidantes, que contribui para inibir o envelhecimento celular, prevenindo doenças coronárias, ocasionando também o câncer. A arginina, também se apresenta em quantias relevantes nas oleaginosas, funcionando como vasodilatador, tu também tens função de minimizar o aparecimento das doenças do coração.

Chocolate amargo

Devido a terem doses de gordura saturada em seus ingredientes, isso faz com que muitos o desejem, inclusive as mulheres. Porém o chocolate amargo deve ser incluído em sua dieta, ele é abundante em flavonoides (substâncias que minimizam o LDL). No dia a dia, coloque 30g do doce, reserve-o sobremesa. Não faça acúmulos de porções: precisa ser necessariamente ingerido dia após dia, assim fica mais fácil do corpo aproveitar melhor as propriedades do chocolate.

Azeite

Sendo rico em ácido oleico, auxilia na regulação das taxas de colesterol protegendo e evitando doenças cardíacas. Ajuda o aparelho cardiocirculatório e também tem controle sobre o diabetes do Tipo 2, reduz a taxa glicêmica. Funciona como grande fornecedor de antioxidantes, como a vitamina E.

Alcachofra

As fibras resistem às enzimas, devido a esse fato têm várias vantagens, podemos citar: minimiza os níveis de colesterol e triglicérides contidos no sangue; tem função de redução do risco de obesidade e diabetes, causas que prejudicam o coração. Somente uma quantia de 100 g contém só 50 calorias. “Atuante na quebra de gorduras e no controle do colesterol, é sempre aconselhada para colaborar na prevenção de doenças cardíacas”, orienta a nutricionista da Unifesp Ana Maria Figueiredo Ramos.

 

Laranja

A laranja vai muito além de gripes e resfriados. Segundo estudo feito pela Universidade de Viçosa, em Minas Gerais, e divulgado na revista American Heart Association, verificou que os flavonoides, substâncias antioxidantes que estão presentes na fruta, reduzem os níveis de LDL (colesterol ruim) no organismo, pois fazem o intestino limitar sua absorção.

Vinho

Se você consumir moderadamente (uma a duas doses dia a dia), isso faz com que eleve em torno de 12% nos níveis de HDL, colesterol bom, parecida com a que podemos localizar quando fazemos exercícios. “Muitos efeitos que o vinho tinto tem, atuam como protetores tendo sua atribuição aos flavonoides, contendo propriedades que funcionam como antioxidantes, vasodilatadoras e anticoagulante plaquetária”, confirma Ana Maria.

Linhaça

É famosa por ter uma alta quantia de ômega 3, por conta disso, se responsabiliza por cuidar da prevenção de  doenças cardiovasculares, evitando coágulos e minimizando as taxas de colesterol total e de LDL colesterol (ruim) e faz elevar as de HDL colesterol (bom). Na linhaça seus benefícios tornam-se potenciais quando a semente é moída, o formato da sua  casca resiste aos efeitos do suco gástrico passando sem maiores danos a  digestão no trato gastrointestinal.

Canela

Estudiosos da Kansas State University, nos Estados Unidos, por meio de pesquisas, chegaram a averiguar que, fazer o consumo de meia colher de sopa diariamente da canela, é primordial ao combate do colesterol ruim (LDL). Esses  pesquisadores creem que, para reduzi-lo resulta-se na ação dos antioxidantes que estão presentes nas propriedades da canela.

Soja

A soja, auxilia não somente em problemas hormonais para as mulheres no período da menopausa, mas também a soja é uma ótima escolha para você que cuida do seu coração: “ela auxilia na redução do colesterol ruim (LDL), aumenta o colesterol bom (HDL) e fortalecendo o corpo evitando infecções”, esclarece nutricionista da Unifesp Ana Maria Figueiredo Ramos.

Açaí

Mesmo que tenha muita gordura, em sua grande maioria de gorduras monoinsaturadas (60%) e poli-insaturadas (13%). Tais gorduras trazem benefícios e minimizam os efeitos do colesterol ruim (LDL) e além de melhorar o HDL, assim contribui na prevenção de complicações no coração, exemplo o infarto. Cada 100g do fruto equivale a 262 calorias. “O açaí possui gorduras que beneficiam a saúde, por conta disso, deve ser incluída na refeição, entretanto, o correto é consumi-la sem alimentos com muita caloria em sua composição, com isso é mais seguro você manter seu peso”, acrescenta Robert Stella. Gorduras: 52%, Fibras: 25%, Proteínas: 10%.

Chá

Principalmente o famoso  chá verde, os flavonoides, que são localizados nesse tipo de chá, têm função de  antioxidantes auxiliando na prevenção de inflamação dos tecidos. Tais substâncias atuam como protetores impedindo a formação de coágulos, são os fatores mais conhecidos que levam ao ataque de coração.

Saiba mais em MINHA VIDA .Curta nossa FAN PAGE.